sábado, 27 de junho de 2009

A cachaça entra, a verdade sai


Todo bêbado sabe que a cachaça estimula as pessoas a fazerem coisas que jamais fariam se estivessem em seu estado normal de consciência. Em Resende (RJ), um cidadão entrou na delegacia portando uma garrafa de Sei lá o quê e confessou aos policiais que era um foragido da justiça.

O sujeito de 28 anos, mais bêbado do que cachorro de praça, só veio se recuperar da cana depois que os agentes conferiram o banco de dados da polícia e constataram que o homem era acusado de estupro no Rio Grande do Sul. O melhor remédio para curar a cachaça é um bom susto.

Depois de recuperado, o homem ainda tentou convencer os policiais de que havia dito que era foragido como parte de uma brincadeira, mas acabou preso.

Atenção meninos e meninas. Quando beber lembre-se de nunca revelar as besteiras ocorridas em tempos passados.

Um comentário:

Christine disse...

Acho que a culpa consumia o sujeito.
Como represenatante do sexo feminino digo, depois de umas e outras é sempre bom vestir uma mordaça-ou máscara!