sábado, 15 de maio de 2010

Gilmour e o seu violão

Há muito tempo que não escrevo sobre música neste espaço virtual. Não que eu tenha deixado de lado uma das minhas grandes paixões, muito pelo contrário, a cada dia que se passa ouço mais músicas e dos mais diversos gêneros.porém acabo me deleitando mesmo é com velharia.

Como bom pirata da web, em uma das minhas caças ao tesouro da rede acabei me deparando com um show semi-acústico de 2001 do David Gilmour, eterno guitarrista do Pink Floyd, e há 15 dias não toca nada diferente no meu mp3 player.


Ouvir novas versões de “Shine On You Crazy Diamonds”, “Wish You Were Here” e “Confortably Numb” (esta última com a participação do Bob Geldof, que é o protagonista do Filme “The Wall”) me deu uma nostalgia que a muito não sentia. Não que eu tenha meus 60 anos, já esteja barrigudo e com os cabelos brancos.


A saudade bateu de minha época de ginásio, quando estava na sétima série e ia para casa de um amigo beber o uísque do pai dele escondido e ouvir os vinis do Pink Floyd.


Por conta dessas versões desplugadas de clássicos de décadas atrás tirei a conclusão que a banda de Gilmour e Waters continuará futurista mesmo daqui há a quarenta anos.


Fora as canções eternizadas pelos pais do psicodelismo, o disco gravado durante um concerto no Metdown Festival, em 2001, na cidade Londres, traz músicas belíssimas como “Smile”, e a interpretação de “Je Crois Encore Entender” da ópera de Bizet The Pearl Fishers.

Se ficou curioso e afim de baixar essa pérola de quem gosta de boa música, clique aqui.

Atenção: O perigo é você não conseguir escutar mais nada durante um mês

Só para dar vontade de baixar logo tudo, assista o vídeo abaixo.

Um comentário:

mulherpolvo disse...

já to baixando... Parabéns pelo gosto musical.
Eu estou com problemas por ser "dinossaura" musical: minhas filhas querem ouvir Lady Gaga e eu pergunto: Quem???