quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Kirchner recomenda porco para fazer sexo

Não tenho nada a ver com a vida sexual de ninguém. Principalmente com a da presidente da Argentina Cristina Kirchner. Mas uma pessoa que afirma veementemente que carne suína é melhor do que Viagra deve ser uma assídua praticante do esporte sem uniforme.

“Comer carne de porco melhora a atividade sexual. Eu acho que é muito mais gratificante comer porco assado do que tomar Viagra. Eu fui fã da carne de porco e não falo isso pra ficar bem e nem para fazer propaganda de nada”, afirmou a presidente em um encontro com produtores de carne suína nesta semana.

Cristina defendeu os benefícios do consumo da carne de porco e ainda dividiu com os presentes uma experiência que teve recentemente como marido, o ex-presidente Nestor Kirchner, no Calafate, na Patagônia, quando o casal preferiu a carne de porco ao tradicional cordeiro típico da região.

Caberia também a dona Cristina revelar ao público se o maridão vez uso, também, do famoso comprimido azul.

Segundo Cristina, o encontro com os produtores visava discutir um acordo que prevê a redução dos preços do insumo no intuito de diversificar a matriz alimentícia do país e aumentar as exportações. “Essa é uma atividade rural diferente da agricultura porque gera mais postos de trabalho. Além disso, temos o Brasil aqui ao lado, que é grande consumidor de porco”, afirmou.

Será que a presidente argentina quis dizer que o apetite sexual brasileiro, conhecido em todo mundo, deve-se ao mais típico prato do país?

Se foi, então: “Feijoada para meu povo!”

Em tempo: Qual deve ser a parte que Cristina mais gosta do porco? Pela foto...

2 comentários:

mulherpolvo disse...

Ai mel dels!! Será que é por causa disso??
Eu adooooooro carne de porco!!

Gildcley Mendes disse...

kkkkkkkkkkkk